Terça-feira, 21 de Janeiro de 2014

Viajar para centro e norte tornou-se pesadelo

Tensão político-militar prejudica transportadores




A tensão político-militar que se vive no país está a complicar a vida de muitos moçambicanos que procuram viajar através da estrada Nacional Número para o centro e norte do país e vice-versa. Os passageiros que usam a praça interprovincial da Junta para chegar àqueles pontos do país chegam mesmo a descrever o cenário que é vivido ao longo de caminho como dramático, o que torna as viajens um verdadeiro pesadelo.

Alberto João é um jovem comerciante baseado na cidade da Beira. Regularmente tem de viajar para Maputo e África do Sul à procura de mercadoria. Alberto João afirma que tem sido muito complicado e arriscado atravessar o troço Muxúnguè-Rio Save. “Está difícil, temos que passar com o acompanhamento da escolta, mas mesmo assim não estamos seguros. No meio do caminho, é comum ouvir que a coluna foi atacada. Outras vezes a coluna é dividida, uns continuam e outros ficam pelo caminho”.
publicado por Jornal Urbano De Moçambique às 12:44
link do post | comentar | favorito
| | partilhar

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Cidadão suicida-se no cem...

. Desmaios frequentes agita...

. “Regime da Frelimo será j...

. Monteiro arruma tabuleiro...

. Corrupção desvia pelo men...

. Frangoulis diz que Procur...

. Partido Frelimo afasta-se...

. Dhlakama anuncia para Abr...

. Nyusi reitera compromisso...

. A reacção da única filha ...

.arquivos

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds