Quinta-feira, 16 de Outubro de 2014

Renamo reivindica vitória e não reconhece resultados



A Resistência Nacional Moçambicana (Renamo) reivindicou esta quinta-feira, dia 16 de Outubro, vitória nas eleições gerais de 15 de Outubro em Moçambique e disse que não reconhece os resultados eleitorais, anunciou o porta-voz do partido.

Em conferência de imprensa na sede nacional do partido, em Maputo, António Muchanga denunciou aquilo que considera ser várias irregularidades que interferiram no processo eleitoral.
A conferência de imprensa realizou-se depois de terem sido divulgados os primeiros resultados das eleições gerais moçambicanas, que colocam o candidato presidencial da Frelimo (Frente de Libertação de Moçambique), Filipe Nyusi na liderança da contagem.

A Renamo reivindica a vitória em todos os círculos eleitorais do centro e norte país, exceto Cabo Delgado, e “uma votação muito expressiva na região sul”, baseando-se na contagem realizada pelo partido a partir dos editais afixados nas assembleias de voto que terminaram os seus processos de contagem. Apesar de reclamar o triunfo nas eleições gerais, para a Renamo, o que está em causa “não é uma questão de vencer, é sim uma questão de justeza e transparência dos atos eleitorais, regras intrínsecas a uma verdadeira democracia”.

“Para nós a questão de fundo é que o processo eleitoral tem de ser transparente. Não pode haver manipulações, para que o vencedor não tenha mancha”, disse António Muchanga, sem mencionar os passos seguintes à declaração hoje proferida pelo partido, nem esclarecer o seu significado.

“A Renamo está a dizer que não aceita o resultado destas eleições”, insistiu várias vezes o porta-voz do partido. “Estamos a dizer o que é o nosso sentimento”, afirmou.

Mais de dez milhões de moçambicanos foram chamados na quarta-feira para escolher um novo Presidente da República, 250 deputados da Assembleia da República e 811 membros das assembleias provinciais. No escrutínio concorreram três candidatos presidenciais e 30 coligações e partidos políticos.

Fonte: Lusa
publicado por Jornal Urbano De Moçambique às 20:06
link do post | comentar | favorito
| | partilhar

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Cidadão suicida-se no cem...

. Desmaios frequentes agita...

. “Regime da Frelimo será j...

. Monteiro arruma tabuleiro...

. Corrupção desvia pelo men...

. Frangoulis diz que Procur...

. Partido Frelimo afasta-se...

. Dhlakama anuncia para Abr...

. Nyusi reitera compromisso...

. A reacção da única filha ...

.arquivos

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds