Quinta-feira, 16 de Janeiro de 2014

População de Mavume continua a abandonar suas casas

Homens e mulheres com trouxas e crianças ao colo percorrem vários quilómetros, lado a lado com seu gado




Àprocura de um lugar relativamente seguro.
A partir da estrada nacional número um (EN1), uma estrada de terra batida corta matas fechadas em direcção a Mavume, num troço de cerca de 200 quilómetros. A localidade fica a pouco mais de 40 quilómetros da vila sede do distrito de Funhalouro.

Devido ao clima de terror provocado pelo ataque da Renamo, várias famílias estão a abandonar as suas casas e outros bens que juntaram ao longo das duas décadas de paz.

Homens e mulheres com trouxas e crianças ao colo percorrem vários quilómetros, lado a lado com seu gado, à procura de um lugar relativamente seguro. Grande parte das famílias está a fugir para a vila-sede do distrito.

Algumas pessoas dizem que os tiros não cessam e a situação obriga-as a fugir.
Na localidade de Mavume, a segurança foi reforçada através da presença de efectivos do Exército. Vários homens fortemente armados estão espalhados um pouco por todo o lado.
publicado por Jornal Urbano De Moçambique às 13:17
link do post | comentar | favorito
| | partilhar

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Cidadão suicida-se no cem...

. Desmaios frequentes agita...

. “Regime da Frelimo será j...

. Monteiro arruma tabuleiro...

. Corrupção desvia pelo men...

. Frangoulis diz que Procur...

. Partido Frelimo afasta-se...

. Dhlakama anuncia para Abr...

. Nyusi reitera compromisso...

. A reacção da única filha ...

.arquivos

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds