Quarta-feira, 27 de Novembro de 2013

Há duas versões quanto à nacionalidade do cidadão raptado

O porta-voz do Comando-Geral da Polícia, Pedro Cossa, admitiu ontem que o cidadão de 22 anos, raptado no último sábado na baixa da cidade de Maputo, pode ter duas nacionalidades (moçambicana e portuguesa).
Cossa reagia assim à informação posta a circular segundo a qual o caso de rapto do último sábado na esquina das avenidas Samora Machel e Zedequias Manganhela, a vítima tinha nacionalidade portuguesa.
Aliás, esta segunda-feira, o porta-voz da Polícia no Comando da cidade de Maputo, Orlando Mudumane, disse que um cidadão de nacionalidade portuguesa foi raptado por cinco indivíduos mascarados e munidos de duas pistolas e duas AK-47.
publicado por Jornal Urbano De Moçambique às 13:26
link do post | comentar | favorito
| | partilhar

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Cidadão suicida-se no cem...

. Desmaios frequentes agita...

. “Regime da Frelimo será j...

. Monteiro arruma tabuleiro...

. Corrupção desvia pelo men...

. Frangoulis diz que Procur...

. Partido Frelimo afasta-se...

. Dhlakama anuncia para Abr...

. Nyusi reitera compromisso...

. A reacção da única filha ...

.arquivos

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds