Sexta-feira, 8 de Novembro de 2013

COMUNICADO DE IMPRENSA: Jornalistas da TIM agredidos pelas FADM no exercício das suas funções




Uma equipe de reportagem da TIM esteve hoje envolvida numa confrontação entre as FADM e a população residente em Malhampsene na Cidade da Matola quando fazia um trabalho de reportagem relacionado com ocupação de terras na área, um conflito que opõe a população da área e os militares ali estacionados no quartel há mais de 3 semanas.

Esta manhã (ontem), pouco depois da chegada da nossa equipe ao local, os militares dispersaram de forma violenta a população ali aglomerada carregando sobre a mesma com disparos para o ar e envolvendo-se diretamente em confrontos físicos. A nossa equipe composta pelo Jornalista e Chefe de Redação Alexandre Rosa, Operador de Câmara Claúdio Timana e Motorista José Cumbe viram-se assim envolvidos na onda de violência e dela foram vítimas. O Chefe de Redação foi violentamente agredido tendo conseguido fugir refugiando-se numa residência próxima enquanto que o Operador de Câmara Cláudio Timana foi também atingido por diferentes pancadas e arrastado para o interior do quartel com outros populares. Na altura a câmara da TIM que se encontrava com ele foi também retida por eles. O nosso Motorista José Cumbe conseguiu escapar incólume bem como a restante população. Poucas horas depois o nosso colega e Operador de Câmara Cláudio Timana foi restituído à liberdade bem como nos foi entregue o equipamento. Na altura o comandante do quartel já havia providenciado os primeiros socorros ao nosso colega. Também nos foram endereçadas desculpas por aquele comandante.

No momento, os nossos colegas encontram-se a receber tratamento médico e não correm qualquer perigo.

A TIM lamenta e repudia o ocorrido e solidariza-se com os colegas envolvidos neste incidente. A TIM, Televisão Independente de Moçambique, no âmbito das suas responsabilidades, fará seguir através das autoridades competentes este assunto para o devido tratamento tendo já feito a participação desta ocorrência junto da esquadra da PRM no Bairro de Mussumbuluko no Município da Matola e contactará de seguida o SNJ (Secretariado Nacional de Jornalistas) O MISA (Media Institute for Southern Africa) bem como o CNCM (Conselho Nacional para a Comunicação Social.

A TIM quer agradecer as inúmeras mensagens e chamadas telefónicas logo após a ocorrência dos acontecimentos que vieram desde pessoas singulares a colegas da Comunicação Social bem como de Organismos e Instituições Nacionais e Internacionais que se inquietaram e se solidarizaram com esta estação de TV.


Maputo, 7 de Novembro 2013
A Direção da TIM
publicado por Jornal Urbano De Moçambique às 08:46
link do post | comentar | favorito
| | partilhar

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Cidadão suicida-se no cem...

. Desmaios frequentes agita...

. “Regime da Frelimo será j...

. Monteiro arruma tabuleiro...

. Corrupção desvia pelo men...

. Frangoulis diz que Procur...

. Partido Frelimo afasta-se...

. Dhlakama anuncia para Abr...

. Nyusi reitera compromisso...

. A reacção da única filha ...

.arquivos

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds