Quarta-feira, 6 de Novembro de 2013

David Simango promete construir metro de superfície em Maputo




O candidato da Frelimo à Presidência do Município da Cidade de Maputo, David Simango, promete que, caso seja reeleito para o cargo, irá construir um metro de superfície, uma medida que ajudará a aliviar os problemas de transporte na capital moçambicana e arredores.

A promessa foi feita ontem no bairro Polana Caniço A, arredores da cidade de Maputo, durante o showmício que marcou o lançamento da campanha eleitoral para as eleições autárquicas de 20 de Novembro próximo.
Segundo explicou, o referido metro irá ligar a baixa da cidade de Maputo a cidade da Matola, ao bairro suburbano de Zimpeto e a Grande Maputo, zona limítrofe com o distrito de Marracuene, província de Maputo.

Esta promessa está dentro do Plano Director de Mobilidade e Transportes na área metropolitana da cidade, apresentado em Junho do corrente ano que visa à construção de corredores exclusivos para o transporte público e uma linha de Metro de superfície.
Aliás, em Março de 2011, Moçambique e Itália rubricaram um memorando de entendimento para a realização de um estudo de viabilidade para a construção de um sistema de metro de superfície ligando os municípios de Maputo e da Matola.

Este acordo foi assinado pelo actual Presidente do município de Maputo, ora candidato para a sua própria sucessão, David Simango, e o ex-edil da Matola, Arão Nhancale, pela parte moçambicana, e pelo representante da empresa italiana, Panfilo Salciccia.
Além do metro de superfície, Simango promete que, se for eleito, irá construir novas vias de acesso e converter outras em sentido único por forma a aumentar a fluidez do tráfego.

“Estas obras vão fazer de Maputo uma cidade mais moderna”, disse Simango, que concorre para um segundo mandato.
Ainda no próximo mandato, o candidato da Frelimo promete mais de 40 mil ligações de água; aumentar a taxa de electrificação dos actuais 97 por cento para cem por cento; eliminar o analfabetismo que ainda se situa a 9,7 por cento; alocar 40 por cento de talhões parcelados aos jovens; e alocar uma empresa de recolha de resíduos sólidos para cada bairro da cidade.
No showmício, em que ele foi apresentado publicamente como candidato da Frelimo para a Presidência de Maputo, Simango afirmou-se confiante na vitória e disse que irá ganhar de forma esmagadora e convincente.

“Na verdade, não se devem deixar enganar. Podemos não ter feito tudo o que queríamos, mas fizemos muito mais do que havíamos prometido em 2008”, disse ele, questionando “quem não se lembra do nosso trabalho nos bairros, nos quarteirões, nas escolas, hospitais e mercados?”.
Simango falou de resultados alcançados nas áreas de construção e reabilitação de estradas, valas de drenagem, terminais de transporte rodoviário, construção de sedes de distritos municipais e sedes dos bairros, telecentros, bibliotecas, mercados e feiras, entre outras infra-estruturas.
publicado por Jornal Urbano De Moçambique às 16:52
link do post | comentar | favorito
| | partilhar

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Cidadão suicida-se no cem...

. Desmaios frequentes agita...

. “Regime da Frelimo será j...

. Monteiro arruma tabuleiro...

. Corrupção desvia pelo men...

. Frangoulis diz que Procur...

. Partido Frelimo afasta-se...

. Dhlakama anuncia para Abr...

. Nyusi reitera compromisso...

. A reacção da única filha ...

.arquivos

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds